“QUANDO A MORTE CONTA UMA HISTÓRIA VC DEVE PARAR PARA OUVIR”.

O livro desta semana é um livro que amei ler. Uma história simplesmente magnífica. A menina que roubava livros, narrada na época da Alemanha Nazista conta a triste história de Liesel Meminger uma menina que nossa narradora, a morte, encontrou três vezes. Mas nas três vezes nossa “sobrevivente” consegui tapeá-la.

Uma menina que trazia escondido em sua mala, um livro: O Manual do Coveiro. O rapaz que enterrara seu irmão deixara o livro, de capa preta e letras prateadas, cair na neve por distração e este foi o primeiro dos vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes. Essa menina passa por muito sofrimento em sua nova casa com sua mãe e pai de criação, Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona de casa rabugenta. Mas apesar de todos os acontecimentos ruins faz muitos amigos na Rua Himmel, entre eles está Rudy, o namorado que nunca teve.

Foi por meio dos livros que Liesel viu a oportunidade de fugir de toda a tristeza que a perseguia. Ensinaram-na a ler, um enrolador de cigarros e um acordeonista. No abrigo, durante os bombardeios, ela sacudia as palavras para manter todos mais calmos. Era a sacudidora de palavras. Até que um dia ela escreveu seu próprio livro. Até que um dia as sirenes não tocaram para avisar sobre as bombas. Até que um dia a Rua Himmel foi devastada. Até que um dia só sobrou a menina que roubava livros nos escombros de um porão raso demais para suportar.

Gente o livro é ao mesmo tempo inspirador e triste, não tenho palavras para expressar o quão maravilhoso é esse livro. Fala-se muito sobre a força e a magia das palavras e como elas podem salvar ou condenar. Refletindo sobre, ocorreu-me uma citação que a meu ver deve ser gravada aqui:

 “As palavras sempre ficam. Lembre-se sempre do poder das palavras. Quem escreve constrói um castelo, e quem lê passa a habitá-lo”.

Pessoal não deixe de ler esse livro ele vai trazer a vcs sensações magníficas e muitas lições, O que ficou dessa leitura, é como as amizades são importantes e valiosas, o poder das palavras na vida das pessoas e muitas outras coisas que não escreverei aqui pq se não ficará enorme o post. Bom, gente é isso ai até a próxima leitura. bjs

About these ads

Sobre Ler, Vestir e Maquiar

Olá sou Alessandra e esse é meu blog, tenho 34 anos Pedagoga e apaixonada por maquiagem, roupa e livros.Vou postar aqui minha opinião sobre livros, roupas Plus Size e maquiagens passo a passo. Espero trocar idéias sobre estes assuntos com vcs leitores.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para “QUANDO A MORTE CONTA UMA HISTÓRIA VC DEVE PARAR PARA OUVIR”.

  1. é super importante falar do poder das palavras em um país como o nosso, em que a leitura não é um hábito comum. Adorei o post, muito bem escrito! AMEI
    bjus

  2. Oi, tudo bem?
    Obrigada pela visita em nosso blog. Espero que volte mais vezes. Inclusive, deixei uma resposta ao seu comentário!

    Eu peguei esse livro emprestado com uma amiga. Comecei a ler e gostei muito da forma como o autor narra, mas por causa da faculdade estou tendo dificuldades em continuar a leitura. Bom, vou me esforçar para conseguir ler a história toda.

    Beijos.

  3. marielle disse:

    há muito tempo q eu vejo falar desse livro, se eu tivesse visto essa resenha q vc fez antes, eu já teria lido. vlw =D

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s